quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Série: PLANTIO E COLHEITA - Tema: "Ouvir e Receber"


TEMA: Ouvir e receber

Mc. 4: 20 – “Os que foram semeados em boa terra são aqueles que ouvem a palavra e a recebem, frutificando a trinta, a sessenta e a cem por um.” 

Dt. 6:4 - “Ouve, Israel, o ETERNO, nosso Deus, é Um.”

Jr. 31: 33 – “Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Na mente, lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.”

Não é possível fazer de um homem, um cristão por meio de uma imposição, por decreto, obrigado, ou com engano, ou por seguir práticas, repetir palavras, ou algum tipo de encantamento ou lavagem cerebral.

Houve um Imperador chamado Constantino que decretou que todo o Império Romano, se tornaria Cristão e vimos com o passar da história, que as pessoas continuaram em suas práticas pagãs, porém, usando nomes e histórias bíblicas para camuflarem seus cultos a falsos deuses agora usando o nome de Cristianismo.
Houve dois momentos na vida de Jesus muito marcantes, com relação à importância que Ele dava à Palavra que Deus deu ao seu povo. Num destes momentos Ele foi questionado sobre qual seria o maior dos Mandamentos. Noutro, quando Satanás o tentava no deserto, depois de 40 dias de Jejum, Jesus usou por três vezes a Palavra de Deus para poder destruir a Satanás usando a expressão: Está Escrito! (KATUV em hebraico).

Este trecho tão importante da Palavra de Deus se inicia no Livro de Deuteronômio 6:4 – com a expressão hebraica: “SHEMÁ ISRAEL”, em português: “Ouve Israel!”

É um imperativo, uma ordem de Deus.

Ouvir a Palavra de Deus, no entanto, não tem a ver somente com a capacidade auditiva que temos. Mas, está ligado a conhecer a Palavra de Deus que pode ser comunicada a nós por muitas maneiras e também  o desejo, a vontade, a disposição, a decisão de cumpri-la, de obedecê-la.

Isso não se dá de forma natural. Isso é algo SOBRENATURAL!

Deus, quando tirou o  Seu Povo do Egito, havia falado com toda a nação de Israel, através de Moisés, entregando a eles todas as Leis que Deus lhes ordenou para que cumprissem. Moisés tinha terminado de pronunciar as Palavras que O Eterno falou com o seu povo e “em uma só voz”, responderam a Moisés: “Faremos e Obedeceremos” (Naassê Venishmá). 

Poucos dias depois desta declaração, quando o mesmo povo percebeu que Moisés estava demorando para descer do Monte Sinai, decidiram construir para si mesmos um Bezerro de Ouro (DETESTÁVEL) e disseram que este era o Deus que os havia tirado do Egito.

Ou seja, declarações com entusiasmo, em momentos emocionantes não mudam uma história, mas, Deus pode fazer isso, se de fato, não apenas escutarmos, mas, OUVIRMOS, COMPREENDERMOS, RECEBERMOS, GUARDARMOS SUA PALAVRA.

PRECISAMOS DE DEUS!
PRECISAMOS DO ESPÍRITO SANTO!
PRECISAMOS DO SOBRENATURAL DE DEUS!

Porque filhos de cristãos crescem nas igrejas e em determinados momentos simplesmente mudam de comportamento e acabam se envolvendo com o Mundo e com o Pecado, mesmo depois de por muitos anos aprenderem, escutarem, lerem a Palavra de Deus, ouvirem pregações, frequentarem cultos, reuniões, etc.?

Porque há, no entanto, pessoas que cresceram em lares destruídos, pessoas envolvidas em religiões pagãs, com práticas idólatras e envolvimento com o Mundo espiritual da maldade, mas, subitamente ao terem contato com a Palavra de Deus, com a Igreja de Cristo mudam radicalmente?

Porque pessoas que quando crianças frequentaram igrejas por anos, depois de adultos, experimentam participar de uma reunião ou culto e de repente convertem-se verdadeiramente, coisa que nunca ocorreu durante anos aonde cresceram e foram formados?

POR CAUSA DO SOBRENATURAL DE DEUS!

Quando alguém de fato se converte, tem uma profunda experiência com Deus, não quer dizer que tal pessoa não vai enfrentar lutas com “Pedras de Tropeço” em seu caminho, ou tão pouco será livre de ser sufocada por espinhos. Todos precisam de auxílio no seu caminhar e os Ministérios de Cristo e a Igreja (os irmãos), são um presente de Deus para os ajudar neste caminhar, mas, é um fato que tal pessoa teve uma Verdadeira Experiência com Deus, que a Palavra de Deus foi semeada em seu coração. Ela ouviu! 

Isso não é fruto apenas de uma palavra bem explicada, compartilhada de uma forma simples ou por meios tecnologicamente avançados e com uma linguagem cuidadosamente preparada. 

Pode ser que profissionais de Propaganda e Marketing, pudessem fazer de uma forma bem eficaz verdadeiros Cristãos para o Reino de Deus, com todas suas técnicas de comunicação e transmissão de ideias e informações. Mas, as Sementes do Reino são semeadas a partir do Espírito Santo de Deus, que vai usar nossas vidas para que a Palavra seja lançada nos corações.

Percebemos então, que precisamos de Deus, para que a Palavra de Deus possa alcançar vidas que amamos, vidas que queremos salvas, vidas que queremos libertas e transformadas, vidas que caminham conosco em nosso ambiente profissional, acadêmico. Pessoas que são nossos vizinhos, pessoas que vivem conosco em nossa cidade, pessoas por quem temos compaixão por ver seu sofrimento, pessoas que gostaríamos que fossem alcançadas como fomos, pessoas que estão às vezes tão longe que jamais poderíamos imaginar que um dia as alcançaríamos... 

É possível que nos últimos anos, diferente do que era no Brasil há 50, 60, 100 anos atrás, muitas pessoas começaram a frequentar as igrejas evangélicas porque tornou-se socialmente aceito ser um cristão evangélico. Que as perseguições diminuíram, que os usos e costumes muito comuns a este grupo de cristãos no passado, foram abandonados, e hoje, as pessoas podem vir aos cultos de qualquer igreja da mesma forma que se vestem em seu dia a dia.

Pode ser que por causa da boa música, do ambiente acolhedor ou por muitas vezes líderes cristãos usarem técnicas empresariais, de marketing, linguagem neurolinguística, etc., muitas pessoas passaram a frequentar as igrejas, mas, porque de fato muitíssimas pessoas não demonstram O FRUTO de uma verdadeira conversão? Não manifestam o caráter de Cristo? Não demonstram uma verdadeira mudança de comportamento?

Precisamos lançar a Palavra de Deus, as SEMENTES DO REINO, e precisamos do SOBRENATURAL DE DEUS... DAS CHUVAS PARA UMA COLHEITA SOBRENATURAL!

Dt. 11: 10 a 14 – “Porque a terra que passais a possuir não é como a terra do Egito, donde saístes, em que semeáveis a vossa semente e, com o pé, a regáveis como a uma horta; mas a terra que passais a possuir é terra de montes e de vales; da chuva dos céus beberá as águas; terra de que cuida o SENHOR, vosso Deus; os olhos do SENHOR, vosso Deus, estão sobre ela continuamente, desde o princípio até ao fim do ano. Se diligentemente obedecerdes a meus mandamentos que hoje vos ordeno, de amar o SENHOR, vosso Deus, e de o servir de todo o vosso coração e de toda a vossa alma, darei as chuvas da vossa terra a seu tempo, as primeiras e as últimas, para que recolhais o vosso cereal, e o vosso vinho, e o vosso azeite”

No Reino de Deus, não conseguimos coisas com técnicas humanas, não é um “convencimento”, não é por obrigação, não é pela lógica, é Por Deus!

Para ter colheita, precisamos de Chuvas.
Chuvas vêm dos Céus!
Para que chova, precisamos clamar!
Há um tempo certo para clamar por chuvas...


A ÉPOCA DE UMA GRANDE 
COLHEITA QUE ESTÁ POR VIR!


Zc. 10: 1 – “Pedi ao ETERNO chuva no tempo das últimas chuvas, ao SENHOR, que faz as tempestades, dá aos homens aguaceiro e a cada um, erva no campo.”


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Série: PLANTIO E COLHEITA - Tema: "Quem de fato eu sou?"


TEMA: Quem de fato eu sou?

Gn. 1: 27 e 28 - “Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.” 

I Pe. 4: 10 - “Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.”

Na celebração do Pêssach (a Páscoa Judaica), vemos 4 tipos de filhos: O Maduro, o Rebelde, o Simples e o que nem sabe ainda perguntar;

Na celebração do Sucot (Festas de Tabernáculos), vemos 4 tipos de pessoas: À que tem perfume e sabor (como o Etrog – fruto cítrico); a que não tem cheiro, mas, tem um sabor incrível (como a Tamareira); a que tem perfume marcante, mas, o sabor é muito ruim (como a Hadassa) e a que não possui cheiro e nem sabor (como o Salgueiro). 

Temos neste tempo meditado sobre 4 tipos diferentes de solo, que representam 4 tipos diferentes de pessoas: Aqueles que estão prontos para receber a Palavra de Deus e imediatamente frutificar; Aqueles que receberam a Palavra mas, as paixões do mundo e o amor às riquezas tornaram infrutíferas tais pessoas; Também temos aquelas que as lutas que surgem como pedras no nosso caminho, acabaram por afastar tais pessoas. Por fim, temos aquelas pessoas que são sempre roubadas já que não compreendem o Amor de Deus expresso nas Palavras que recebem.

Enfim, mais uma vez 4 tipos de pessoas.

Há quem veja que estas 4 características se apresentam em diferentes fases da vida de uma pessoa, como de alguém que não compreende nada como um bebê, mas, pode amadurecer até transformar-se numa Terra Preparada, ser um Filho Maduro, uma pessoa realmente extraordinária.

Isso nos ajuda muito a entender como lidar com as pessoas. A nós, como os primeiros apóstolos, chamados como Semeadores, que lançarão a Palavra de Deus para que O SENHOR colha Filhos para O Reino, compreender que temos que saber lidar com cada tipo de situação já que a Terra por si mesma produz, (Veja isso):

Mc. 4: 28 – “A terra por si mesma frutifica: primeiro a erva, depois, a espiga, e, por fim, o grão cheio na espiga”

A Palavra usada por Marcos para “por si mesma” é: (AUTOMATOS), de onde vem: AUTOMÁTICO, ou seja: A Terra tem um poder de gerar quando uma semente é lançada nela. A Terra é frutífera.

Quando a Semente é A Palavra de Deus e tal semente é lançada na Terra e as Pedras são removidas, os espinhos queimados, os ladrões destruídos, a Terra vai brotar a Vida de Deus, mas, percebemos que não é só a Palavra de Deus que tem sido semeada. Também muitíssima coisa, como o Joio, como ervas daninhas tem sido semeadas e porque a Terra produz por si mesma (automaticamente), muita coisa bastante distante da Vontade de Deus tem aparecido nas nossas vida.

Não parece ser isso que a Bíblia diz: “Deus plantou um Jardim no Éden, com todo tipo de árvores, agradáveis à vista e boas ao Paladar”, mas, também diz que “POR CAUSA DO PECADO” a Terra foi Amaldiçoada e passou a produzir “espinhos e abrolhos”?

O que mudou? Quem mudou?

A Terra? Ela continua produzindo. A Terra gera o que for lançado nela.
A Semente? A Palavra de Deus continua pura. A Palavra de Deus é uma Pessoa: Jesus. 

Nós seres humanos somos de certa forma muito parecidos: Temos braços, pernas, olhos, boca, orelhas, nos reproduzimos da mesma forma desde que fomos criados, nos alimentamos, etc. Coisas que todos os seres humanos fazem e precisam fazer para viver. 

Mas, ao mesmo tempo, somos diferentes. Temos interesses diferentes, temos maneiras distintas de realizar coisas, temos, hábitos alimentares diferentes e alcançamos por diferentes caminhos objetivos que entendemos serem importantes para nós.

Enquanto alguns são arrojados e inovam sempre para conseguirem coisas de forma mais rápida e eficiente, outros cuidam de apenas imitar a melhor forma de se fazer algo que até então alguém conseguiu...

Tão parecidos e ao mesmo tempo distintos. Tão diferentes uns dos outros.

Quem fez isso?
DEUS!

Ao mesmo tempo em que Deus nos fez (todos nós), à Sua Imagem e conforme a Sua Semelhança, O Criador também nos deu características pessoais, dons, talentos, capacidades, que faz de cada um de nós pessoas especiais e necessárias para algo muito maior do que os nossos próprios interesses. 

Deus tem um propósito para nós.

Por causa do Pecado, o homem afastou-se de Deus e naturalmente do seu Propósito. 

Esse Propósito precisa ser manifesto num determinado TEMPO.

Se o homem PERDE O SEU TEMPO. A Oportunidade dele, ser restaurado, conduzido de volta ao Propósito de Deus para a sua vida pode passar. O Propósito que Deus queria realizar com esta vida, não será realizado então... Deus perdeu? CLARO QUE NÃO!

Deus levanta outras pessoas que cumprirão o que está no Seu Coração.

Mas, e nós?

Deus deixará de nos amar?
Deus vai mudar o seu propósito para conosco?
Qual era mesmo o Propósito de Deus para mim?
Será que eu ainda tenho tempo?

O que terá ocupado a minha vida no tempo em que o Propósito de Deus deveria estar se cumprindo?

Por que eu não consigo mais ver o propósito de Deus para mim? 
Será que eu não consigo ver no espelho quem eu realmente sou?
Será que eu criei um personagem distante de quem sou ou da vocação que Deus tinha pra mim?

DEUS TE CRIOU
ELE TE DEU CARACTERÍSTICAS PRÓPRIAS, MANIFESTAS EM DONS, HABILIDADES, FACILIDADES...
DEUS TE INSERIU NESTE TEMPO PARA QUE A SUA MULTIFORME GRAÇA FOSSE MANIFESTA!

VOCÊ É ÚNICO;
VOCÊ TÊM UM PROPÓSITO;
VOCÊ PARECE COM DEUS!!!


Muitas perguntas...
Mas, Quem de fato você é?


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Série: PLANTIO & COLHEITA - Tema: "Espinhos"



TEMA: Espinhos

Mt. 13: 22 – “O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera.” 

Gn. 3: 17 e 18 – “E a Adão disse: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu te ordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa; em fadigas obterás dela o sustento durante os dias de tua vida. Ela produzirá também espinhos e abrolhos, e tu comerás a erva do campo.”

Mc. 14: 15 a 24 – “Ora, ouvindo tais palavras, um dos que estavam com ele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado aquele que comer pão no reino de Deus. Ele, porém, respondeu: Certo homem deu uma grande ceia e convidou muitos. À hora da ceia, enviou o seu servo para avisar aos convidados: Vinde, porque tudo já está preparado. Não obstante, todos, à uma, começaram a escusar-se. Disse o primeiro: Comprei um campo e preciso ir vê-lo; rogo-te que me tenhas por escusado. Outro disse: Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-las; rogo-te que me tenhas por escusado. E outro disse: Casei-me e, por isso, não posso ir. Voltando o servo, tudo contou ao seu senhor. Então, irado, o dono da casa disse ao seu servo: Sai depressa para as ruas e becos da cidade e traze para aqui os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos. Depois, lhe disse o servo: Senhor, feito está como mandaste, e ainda há lugar. Respondeu-lhe o senhor: Sai pelos caminhos e atalhos e obriga a todos a entrar, para que fique cheia a minha casa. Porque vos declaro que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia..”

O Problema não é a Terra, tão pouco a Semente que é preciosa!
O Problema é o Semeador.

Foi por causa do PECADO, que a Terra passou a produzir espinhos. Plantas que ferem, que não produzem frutos, que se são típicas de desertos aonde não chove, como se pudessem resistir à Falta de Chuvas, também sinal da Ausência do favor de Deus e da Sua Bênção. Quem pecou foi o Homem. O Homem da Terra vai comer o seu sustento e por isso, ele terá de lidar com os Espinhos se ele quiser ter alimento. 

Na Parábola do Semeador, Jesus explica que as Sementes semeadas entre os espinhos, são as pessoas que recebem a Palavra de Deus em seus corações, mas, o Amor pelas coisas do Mundo, a “FASCINAÇÃO” pelas riquezas acabam as afastando de Deus.

Uma das curiosidades desta Parábola do Semeador é que Jesus, nos adverte de que ela é como uma “chave” para todas as outras Parábolas. Jesus disse: “Se não entenderem esta Parábola, como entenderão todas as outras Parábolas?”

Pois numa das Parábolas que Jesus conta sobre um homem que mandou preparar uma grande Ceia, mas, que ouviu muitas desculpas de seus convidados, ficou irado e ordenou que os coxos, cegos, pobres e aleijados para o banquete fossem convidados e por fim, ele ordenou que as pessoas fossem obrigadas a virem para a Festa, pois a Casa não ficaria vazia no dia marcado, porém, aqueles que rejeitaram o Convite DE MODO NENHUM experimentariam da mesa daquele senhor.

Que honra ser convidado por Cristo à Sua Mesa!
Como alguém pode recusar?
O que faz uma pessoa desviar os olhos disso? Por qual brilho? 
Por quais oportunidades? 

Um jovem rico um dia perguntou a Jesus, o que deveria fazer para herdar a Vida Eterna. Aquele jovem expressa uma preocupação: Ele tinha medo de morrer e ir para o Inferno, ou sofria com a ideia de não saber o que pode acontecer com as pessoas quando pecam e não se arrependem.

Jesus amou aquele moço e lhe fez um convite: “Vende todas as tuas riquezas, dê aos pobres e depois venha e me siga!”

Jesus fez um convite a ele.
Ele rejeitou o convite, porque era um homem de muitas posses. O dinheiro, a posição social, as riquezas materiais eram a Riqueza daquele homem miserável. Ele desculpou-se com Jesus por não segui-lo. 

Claro que Jesus entendeu isso. Deus sempre entende quando alguém, convidado para a mesa, possui coisas mais importantes para viver ou para fazer, mas, O Filho de Deus deu a vida para comprar estes lugares à mesa e desprezo não pode ser tolerado!

Jesus adverte que quem vive esta situação fica infrutífero. E a Maldição da Terra é justamente PRODUZIR ESPINHOS E ABROLHOS.

Parece que quem se deixa contaminar com as coisas desta vida, deixando a Vida Eterna a nós proposta por Deus através de Jesus, é contaminado por esta Maldição, tornando-se INFRUTÍFERO.

Seria este um bom termômetro?
Alguém que parou de produzir, só lhe restam espinhos?
Talvez por isso sejam tão críticos, talvez por isso saibam tudo, entendam de tudo, mas, não conseguem FAZER NADA, pois achando que podem dominar as Paixões desta Vida e o Amor às Riquezas, achando que conseguem dominar estes sentimentos e ainda servirem ao SENHOR, mas, a Bíblia é clara em demonstrar: NINGUÉM PODE SERVIR A DOIS SENHORES, POIS, INVARIAVELMENTE VAI AGRADAR A UM E DESAGRADAR O OUTRO.

O QUE FAZER?

As Pedras podem ser retiradas, o cuidado com as vidas pode ajuda-las a conseguir superar situações do passado e livrá-las de tropeçar em coisas que possam aparecer diante delas.

Se buscarmos ser mais claros e dependendo absolutamente do Espírito Santo, podemos confiar que a Mensagem do Evangelho chegará aos corações, pois o Diabo deixará de roubar as sementes lançadas. Mas, o que fazer com o Amor pelas coisas do Mundo? O Fascínio decorrente das riquezas?

Advertir?
Será que as pessoas presas nisso, ouvirão?
Confrontar? 
Será que não nos tornaremos objetos de escárnio?
Será que não seremos vistos como invejosos ou pessoas que não entendem este tipo de vida ou de situação tão almejada por todos?
Será que não há pessoas que fazem de suas esposas, filhos, maridos, clubes de futebol, casas, carros, trabalho, profissão, algum esporte ou hobby a Sua Riqueza? Como lidar com isso?

Jesus não foi atrás do Jovem Rico. 
Ele não insistiu para que ele ficasse.
Na Parábola, o Dono da Casa declara que os convidados que rejeitaram o convite jamais terão de novo, acesso à Mesa.
      
CERTAMENTE ISSO GERA TEMOR EM NÓS!
Certamente isso não diz nada para alguém sufocado e infrutífero...

Só nos resta orar, chorar e clamar: MISERICÓRDIA DEUS!

Creio que brigar não adianta mais;
Creio que ficar falando mais não vai produzir efeito;
Creio que chegou a hora de chorar!

Vamos chorar por estas vidas!
A sua raiva, pena ou desprezo por elas, através do Espírito Santo, pode ser convertido em AMOR. 


Ore por você SEMEADOR!
Que Deus faça da gente pessoas indignadas contra o deus das riquezas que promove Fascínio em tantas vidas!

Nossas lágrimas podem se transformar no COMBUSTÍVEL para Deus queimar tais espinhos!

DEUS, POR FAVOR QUEIMA ESTES ESPINHOS!


Paulo de Tarso, apóstolo 
Igreja Apostólica Betlehem

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Série: PLANTIO & COLHEITA - Tema: "Pedras no Caminho"



TEMA: Pedras no Caminho

Mt. 13: 20 e 21 – “O que foi semeado em solo rochoso, esse é o que ouve a palavra e a recebe logo, com alegria; mas não tem raiz em si mesmo, sendo, antes, de pouca duração; em lhe chegando a angústia ou a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza.” 

Mc. 14: 27 a 31 – “Então, lhes disse Jesus: Todos vós vos escandalizareis, porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas ficarão dispersas". Mas, depois da minha ressurreição, irei adiante de vós para a Galiléia. Disse-lhe Pedro: Ainda que todos se escandalizem, eu, jamais! Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que duas vezes cante o galo, tu me negarás três vezes. Mas ele insistia com mais veemência: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei. Assim disseram todos.”

Na antiga Roma, as “Vias” – Estradas abertas pelos escravos romanos por todo o império, calçadas com pedras, permitiam que facilmente se pudesse percorrer grandes distâncias.
A Palavra “Escândalo”"***, se deriva de Pedras que não bem assentadas, eram motivo de acidentes, quando os viajantes tropeçavam nelas e se feriam, perdiam bens, ou se destruíam os meios de transporte, por causa das avarias. Daí, desta mesma expressão surgem as palavras “Pedras de Tropeço”.

Na noite em que Jesus foi traído Ele disse categoricamente que todos os seus discípulos, se escandalizariam NELE, por tudo o que estava para ocorrer. Disse que eles tropeçariam, que não iam conseguir suportar...

Mesmo avisados, como um viajante que foi noticiado que haveria em seu caminho um lugar perigoso em que ele teria grandes chances de tropeçar, mas, mesmo avisado percorre o seu caminho, não dando ouvidos às advertências até que tropeça, se fere e cai.

Os problemas são as Pedras, ou não saber evita-las, ou suportá-las, ou compreender como se desviar delas?

Como disse Jesus na Parábola do Semeador, uma parte das sementes é lançada no meio de um terreno aonde há pedras. A Palavra neste tipo de situação é RECEBIDA COM ALEGRIA, mas, POR NÃO HAVER RAIZ EM SI MESMA, ela não dura e logo se escandaliza.

Jo. 16: 32 e 33 – “Eis que vem a hora e já é chegada, em que sereis dispersos, cada um para sua casa, e me deixareis só; contudo, não estou só, porque o Pai está comigo. Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”

O Sentido que Jesus dá à esta expressão: “vocês todos se escandalizarão”, tem o sentido de que o impacto do que eles veriam ocorrer com Jesus seria tão devastador que todos iriam abandoná-lo. Em suas últimas palavras na noite em que Ele foi traído, depois de haver ceado com os seus discípulos Jesus disse: “e (vocês) me deixareis só”.

Quando lançamos a Palavra, a Semente de Deus em vidas, certamente vamos fazê-lo em realidades aonde há problemas conjugais, problemas de saúde, problemas financeiros de toda sorte, traumas e lembranças dolorosas do passado, todas situações com as quais o nosso Inimigo Satanás, quer continuar fazendo as pessoas tropeçarem, se ferirem e jamais continuarem a caminhar.

É muito comum ver pessoas que se convertem e até então tinham uma vida equilibrada segundo os padrões do mundo, de repente se vêm em terríveis perdas financeiras. Os bens mal adquiridos simplesmente desaparecem pelo vão dos dedos. Problemas que eram tolerados entre casais de repente parecem insolucionáveis e muitos dizem: “agora que você começou frequentar igreja, parece que tudo ficou pior em nossa vida!”

Sim, foi isso mesmo que aconteceu... O Mal está levantando todas as pedras que ele puder para que possamos tropeçar e ficar prostrados, nos esquecendo com que Alegria entregamos nossos caminhos a Jesus.

Parece que o Nosso Bom Pastor Jesus nos advertiu que se lançarmos a Preciosa Semente do Evangelho e não cuidarmos de tirar as Pedras, a inexperiência de quem se converte, a fé ainda pouco desenvolvida serão sufocadas pelo nível das lutas que certamente virão, pois há pouco tempo servíamos às Trevas, mas, hoje decidimos servir a Cristo.

O Pior que pode acontecer e Jesus nos disse que isso é comum, frequente e provável, é que uma pessoa que Ouvir as Boas Novas do Evangelho e não for ajudada a tirar as “PEDRAS DE TROPEÇO” de sua vida, pode não suportar e REALMENTE SE ESCANDALIZAR COM O EVANGELHO – Deixar de seguir a Cristo, ir embora, mesmo depois de ter experimentado a Alegria da Palavra de Deus ministrada em seu coração.



II Cr. 15: 1 a 4 - Veio o Espírito de Deus sobre Azarias, filho de Odede. Este saiu ao encontro de Asa e lhe disse: Ouvi-me, Asa, e todo o Judá, e Benjamim. O SENHOR está convosco, enquanto vós estais com ele; se o buscardes, ele se deixará achar; porém, se o deixardes, vos deixará. Israel esteve por muito tempo sem o verdadeiro Deus, sem sacerdote que o ensinasse e sem lei. Mas, quando, na sua angústia, eles voltaram ao SENHOR, Deus de Israel, e o buscaram, foi por eles achado.”

Da mesma maneira que o Ministério Evangelístico foi dado por Cristo a todos nós cristãos, sacerdotes deste Reino, para que as Boas Novas de Salvação alcancem a todos, e precisamos aprender e devemos cuidar (como fomos ministrados na última palavra), de fazer com que a Palavra de Deus seja semeada de uma forma simples, para que as pessoas a possam entender e não mais serem roubadas.

O Ministério Pastoral, que também foi dado à Igreja, ou seja, a todos nós, não apenas a um grupo de “celebridades”, mas, a todos nós, que aprendendo com os que foram chamados para exercer este Dom, possamos manifestá-lo aonde quer que Deus quiser nos usar.

Cabe ao cuidado com as vidas, ajuda-las a perceber que há muitas situações emocionais, muitas vezes por gerações, prisões familiares, geracionais que parecem impedir que as pessoas rompam para viver uma verdadeira vida de liberdade, paz e alegria no Espírito Santo.

Há tantos problemas conjugais, com as famílias hoje em dia cada vez mais degeneradas pelos costumes e padrões deste mundo. Há tanta, tanta gente ferida pela falta da Paternidade ou por pais violentos, abusadores, ausentes, ou presos em vícios e no pecado, e estas coisas que aparentemente as pessoas conseguiam conviver, quando elas ouvem falar de Cristo e acreditam que podem ter um novo Padrão de Vida, a fúria do Mal se levanta para que todas aquelas situações possam voltar à tona, afogando tais vidas, que não conseguiram desenvolver fé e compreensão de que tais situações se não enfrentadas e tratadas nós nunca seremos libertos.

Aprender a lidar com Finanças segundo o Padrão de Deus, se apropriar do Direito de sermos Livres de assolações espirituais de pactos que fizemos conscientes ou inconscientes com as trevas, que hoje podem estar sendo cobrados pelo Mal. Conhecer o Poder da Cura, (falamos de cura física também), em que O Sobrenatural de Deus se manifesta e situações pelas quais muitos se veem terrivelmente angustiados, passam a ser vencidos pelo Poder de Deus, como resposta às nossas orações.

Um dos grandes avanços no Reino de Deus nas últimas décadas, foi as experiências de muitos ministérios ao redor do Mundo com libertação, Cura Interior, Cuidados Pastorais, auxiliando os novos convertidos a conhecerem seus direitos em Cristo e exercerem a Autoridade de viver uma nova vida.

Muitos equívocos foram cometidos e várias coisas que reprovamos podem ter ofuscado o CUIDADO EM REMOVER AS PEDRAS DO CAMINHO DOS CRISTÃOS, e isso tem de ser novamente revisto por todos nós, pois ao compreender que é conhecer a Cristo, que vai fazer com que as pessoas sejam libertas e curadas, pode estar nos fazendo esquecer que aquelas “MULTIDÕES”, ouviram o próprio Jesus falar a elas, porém, Ele só falava a elas por Parábolas.

Foi para os seus discípulos – SEMEADORES – Que Ele ensinou que a Semente semeada num terreno Pedregoso é recebida com Alegria, mas, não se consegue desenvolver raízes, por causa das Pedras, das angústias, das lutas, das dores... A culpa é das pessoas não terem conseguido desenvolver raízes, ou dos SEMEADORES que não removeram as PEDRAS?

O Ministério de Cristo não foi dado para um ou outro apóstolo, e nem para ser exercido por este ou aquele pastor mais dedicado... Foi dado para ser exercido por TODOS OS SANTOS... Nos cabe aprender isso, viver isso e aplicar isso a outros...

HÁ CURA PARA O FERIDO;
HÁ ESPERANÇA PARA O CANSADO;
HÁ LIBERTAÇÃO PARA O CATIVO;
HÁ FRUTIFICAÇÃO PARA TODOS NÓS!!!!

CRISTO EM NÓS ESPERANÇA DE GLÓRIA!


Paulo de Tarso, apóstolo 
Igreja Apostólica Betlehem


*** CURIOSIDADE: 

σκανδαλίζω - skandalizo("escandalizar") - colocar uma pedra de tropeço ou obstáculo no caminho, sobre o qual outro pode tropeçar e cair, metáf. Ofender, seduzir ao pecado, fazer uma pessoa começar a desconfiar e abandonar alguém em quem deveria confiar e obedecer, provocar abandono, estar ofendido com alguém, ver no outro o que eu desaprovo e me impede de reconhecer sua autoridade, fazer alguém julgar desfavoravelmente ou injustamente a outro.

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Série: PLANTIO & COLHEITA - Tema: "Falta de Compreensão"


TEMA: Falta de Compreensão

Mt. 13: 19 – “A todos os que ouvem a palavra do reino e não a compreendem, vem o maligno e arrebata o que lhes foi semeado no coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho.” 

Mt. 13: 10 – “Então, se aproximaram os discípulos e lhe perguntaram: Por que lhes falas por parábolas?”

Porque os discípulos perguntaram para Jesus, a razão Dele apenas se expressar para as multidões através de parábolas? Porque eles não estavam entendendo a razão de Jesus estar fazendo aquilo!

Porque uma pessoa da multidão, não veio questionar a Jesus acerca disto? A explicação da Parábola é a própria resposta! O Terreno dos corações não está preparado e as sementes da Palavra de Deus não estão “vingando”.

Jesus havia chamado estes discípulos, lhes havia dado autoridade sobre espíritos imundos, os havia enviado a pregar, e lhes designado apóstolos, enviados, representantes de Jesus. E no processo de envio, Jesus realizava coisas, EXPLICAVA A SEUS DISCÍPULOS porque fazia determinadas coisas, porque dizia determinadas coisas, para então enviar seus discípulos a realizarem as mesmas obras e outras maiores ainda...

Neste processo, os discípulos vão até Jesus e lhe perguntam: “Porque você só fala por parábolas?” – Em outras palavras: Nós não estamos entendendo esta parte. Não estamos compreendendo isso daqui. Dá pra repetira este enunciado? Dá pra gente fazer juntos de novo esta lição?

Jesus, veio a este mundo, com um Propósito: Morrer, sem pecados, no lugar de todos, para que a Salvação de Deus pudesse alcançar as nossas vidas. Jesus em seu ministério e no Caminho que Deus lhe tinha designado, chamou seus discípulos, que não podiam fazer o que apenas Cristo poderia. Da mesma forma, Jesus não poderia fazer o que os seus discípulos foram chamados a fazer.

Jesus os chama, os envia e eles neste caso, humildemente vão perguntar para Jesus, porque ele estava fazendo daquele jeito? Jesus explica calmamente, detalhadamente, claramente, interessadamente, cuidadosamente para que seus discípulos não tivessem dúvidas sobre aquele assunto.

Quando estamos estudando, e não entendemos uma determinada matéria, temos parado e perguntado aos nossos professores: “Você pode me explicar de novo ou usar um outro caminho para que eu possa compreender? Infelizmente muitos alunos, tem desperdiçado seu tempo, com conversas paralelas, enquanto O Mestre está a nos ensinar. Muitos estão brincando, estão de distraídos, estão desatentos e irreverentes às explicações absolutamente interessadas, porque este Mestre é também quem nos chamou, quem nos enviará e quem há de cobrar um dia os frutos deste envio.

Como o Diabo, pode ter parte neste processo? Jesus explicou, que a ignorância, e pior que isso, a FALTA DE COMPREENSÃO, é o que vai habilitar o Diabo a roubar aquilo que Deus tem para nós, inviabilizando a Colheita! Porque isso é pior? Porque quando não compreendemos, deixamos de entender aquilo que recebemos. Literalmente são as Sementes que são lançadas sobre nós, mas, que nós não nos ocupamos em querer conhecer profundamente, não quisemos compreender para nos envolver, para que em nós tais sementes possam brotar.

Longe de insinuar que tenhamos todos de nos transformar em Mestres e Doutores das Escrituras, da Religião, e coisas assim... Compreender é basicamente entender COMO VOU REALIZAR NA MINHA VIDA ISSO QUE JESUS ESTÁ ME DIZENDO QUE EU PRECISO VIVER.

Não é para saber por saber, ou conhecer para ter mais conhecimento ou informação... É compreender para eu viver. Eu vou por em prática em minha vida de uma forma simples, objetiva, o que eu entendi das Palavras de Jesus!

Parece que a falta de compreensão, é um pouco (ou muito) de preguiça, de desinteresse em se preparar a Terra, em se arar a Terra. É claro que dá trabalho de um chão batido ou pavimentado de um Caminho você transformar num terreno que possa receber a Semente para que possa brotar e por fim, dar fruto. 

Mas, é justamente este desinteresse que tem permitido que os Demônios venham e comam as sementes semeadas em nossas vidas. Não entendemos, não nos esforçamos para entender, não nos damos conta ou não damos importância que tais sementes DEUS ESTÁ LANÇANDO SOBRE NÓS, não é coisa de pastor, apóstolo, não é por obrigação, não é para nos por mais um peso, mais uma carga ou responsabilidade que estamos tendo dificuldade de suportar... As sementes do Reino são a provisão do que precisamos num formato que aquilo que nos está sendo dado não é o que vamos colher apenas... As sementes são uma minúscula expressão de uma grande colheita que vamos ter, se a semente brotar e for preservada até frutificar.

Se queremos vidas, precisamos entender, que as pessoas para que possam manifestar em suas vidas o Reino de Deus, precisam entender as Palavras que lhe estão sendo semeadas. Pra que entendam, nós que achamos que estamos tão preocupadas com as pessoas precisamos nos questionar: SERÁ QUE A GENTE ESTÁ ENTENDENDO?

Mestre, o que foi mesmo que o Senhor disse? Como é mesmo que posso por em prática em minha vida tal ensinamento? Como manifestar em minha vida isso que O Senhor está me mostrando?

Se a gente (semeadores), compreendermos (E NÓS PODEMOS, EM CRISTO COMPREENDER COM MUITO MAIS CLAREZA E DEVEMOS APLICAR PRATICAMENTE EM NOSSAS VIDAS O QUE CRISTO NOS TEM DADO A SABER), certamente vamos saber como ajudar muitíssimas vidas a NUNCA MAIS serem roubadas por Satanás nas Sementes do Reino que lhe são semeadas ao CORAÇÃO.

Na parábola, Jesus afirma, que as sementes (as Palavras), foram lançadas no Coração... CHEGA DE ROUBO. Chega de ignorância, chega de muita informação e pouca mudança. CHEGA DE MUITO CONTEÚDO E POUCA PRÁTICA!

JESUS EU QUERO ENTENDER PARA VIVER!
NOS AJUDA SENHOR!

Os. 4:6  “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porque tu, sacerdote, rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.”

Is. 5:13  “Portanto, o meu povo será levado cativo, por falta de entendimento; os seus nobres terão fome, e a sua multidão se secará de sede.”


Paulo de Tarso, apóstolo 
Igreja Apostólica Betlehem